DESIGNED BY JOOMLATD
    • Marchigiana - O Melhor da Itália no Brasil!
    • Adquira Já...! Produtos personalidos da ABCM

Banco de Genética

Conheça nosso banco de genética

A ABCM te ajuda na sua escolha.. saiba mais aqui!

 


Equipe Técnica

Encontre nossos Técnicos

Nossos técnicos estão nos mais diversos estados do País. Saiba mais Aqui!

 


Art 19 - Ao Diretor Primeiro Vice Presidente compete substituir o Diretor Presidente,
em suas eventuais faltas e impedimentos, além de auxiliá-lo em suas funções.

Parágrafo Único - Em caso de falta ou impedimento, ao mesmo tempo, do Diretor
Presidente e Diretor Primeiro Vice Presidente, a presidência passará a ser exercida
interinamente, por um dos membros do Conselho Diretor, por indicação dos demais
membros da Diretoria.

Art. 20 - Aos quatro Diretores membros do Conselho Diretor compete,
primordialmente, auxiliar o Diretor Presidente em exercício, em suas funções, e ainda,
cumprir as atribuições que lhes forem conferidas pela Diretoria.

Parágrafo Único -: Um dos membros do Conselho Diretor será eleito na Assembléia
Geral, para exercer também a função de Segundo Tesoureiro.

Art. 21 - Ao Diretor Primeiro Tesoureiro compete:
I - superintender a tesouraria;
II - receber e ter sob sua responsabilidade e guarda, os valores da Associação;
III - pagar as despesas autorizadas pelo Presidente, assinando com este, ou com
seus substitutos, os cheques, ordens de pagamento e demais documentos relativos à
movimentação de valores;
IV - apresentar relatórios sobre as receitas e despesas, todos os fins de ano.

Art 22 - Ao Diretor Segundo Tesoureiro, e membro do Conselho Diretor, compete
substituir o Primeiro Tesoureiro em seus impedimentos, alem de auxiliá-lo em suas
atribuições.

Art 23 - Ao Superintendente do Registro Genealógico compete:
I - manter sob sua responsabilidade e orientação, a execução e manutenção do
arquivo do Registro Genealógico;
II - redigir a correspondência relacionada aos trabalhos do Registro Genealógico;
III - assinar os Certificados de Registro Genealógico;
IV -. proceder a estudos técnicos sobre a criação de gado Marchigiana, interpretando
os dados catalogados na Associação;
V.- orientar os criadores nos trabalhos técnicos de criação, visando a melhor
produção e reprodução dos rebanhos;
VI -. ter sob sua responsabilidade a equipe de técnicos da Associação, orientando-
os nos trabalhos especializados, de acordo com as normas e critérios fixados pelo
Regulamento do Registro Genealógico da raça Marchigiana;
VII.- inspecionar, sempre que julgar oportuno, a escrita zootécnica particular dos
criadores, visando esclarecimentos sobre os pedidos de anotações de ocorrências e
de registros de animais;

VIII.- resolver os casos de dúvidas sobre registros, cabendo recurso ao Conselho
Deliberativo Técnico.

Art. 24 - Compete ao Superintendente do Registro Genealógico Adjunto, substituir
o Superintendente do Registro Genealógico em suas eventuais ausências, alem de
auxiliá-lo em suas atribuições.

Art. 25 - CONSELHO FISCAL - A Associação será fiscalizada por um Conselho
Fiscal composto de 3 (três) membros efetivos e 4 (quatro) suplentes, eleitos pela
Assembléia Geral juntamente com a Diretoria, e também com mandato de 3 (três)
anos.

TOP